1.5.10

Liebe ist kälter als der Tod (1969), Rainer Werner Fassbinder

5 comments:

  1. De vez em quando dou uma olhada à lista que mostra quantos posts existem por autor/realizador e tenho torcido para que o Fassbinder chegue ao primeiro lugar. Só falta um pó empate e dois para vitória! Tá quase, Rainer, amigo.

    Pu-te-do

    ReplyDelete
  2. E estas imagens são lindissimas. Amo a Hanna.

    Pu-te-do

    ReplyDelete
  3. É curioso, porque ainda há pouco reparei nisso. Mas não gostas do Sirk? É bem bom, carambas. E o Fassbinder idolatrava-o mais que a qualquer outro, por acaso.

    ReplyDelete
  4. Ah, também sou fã da Hanna. Prefiro a Margit Carstensen, mas a Hanna também é uma delícia de se ver. É outra das qualidades do Petra von Kant: temos muito de ambas.

    ReplyDelete
  5. Não é uma questão de não gostar do Sirk, é uma questão de ser particularmente amigo do Fassbinder. Sei que ele lhe tinha um grande apreço, mas não se estende até mim. O lema "amigo do meu amigo, meu amigo é" não funciona neste caso, pelo menos não ainda: nunca vi nada do Sirk, e não me inspira grande vontade. Sublinhe-se o "não ainda".

    A Hanna é uma doçura.

    Pu-te-do

    ReplyDelete

archive